Apolo Quiboloy

MANILA, Filipinas – O Departamento de Justiça (DOJ) ordenou a apresentação de uma queixa de exploração sexual de um menor e tráfico humano agravado contra o líder do Reino de Jesus Cristo (KJC), Pastor Apollo Quiboloy.

O secretário de Justiça, Jesus Crispin Remulla, fez o anúncio na segunda-feira, depois que o Departamento de Justiça concedeu uma petição que estava pendente no Departamento de Justiça há mais de quatro anos.

Após a concessão do pedido de reconsideração, o Gabinete do Procurador da Cidade de Davao foi ordenado a processar o caso por violação da Lei da República n.º 7610 ou da Lei Anti-Abuso Infantil, particularmente no que diz respeito à exploração sexual de menores.

Remulla disse que um caso de tráfico humano agravado seria apresentado em um tribunal de Pasig.


Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.


Sua assinatura foi bem-sucedida.



Fonte