Os jovens de Berna, grande dominador do futebol suíço nas últimas temporadas, anunciou a demissão de seu treinador, Raphaël Wickyapós as recentes derrotas da equipe, que ainda permanece líder da Liga, mas cada vez mais ameaçado pelo Servette genebrino, do qual apenas um ponto o separa.

A decisão foi tomada depois seu time perdeu por um gol a zero neste domingo contra o FC Zürich, uma semana depois de perder em casa para o próprio Servette.

Num mês de fevereiro fatídico para a equipe de Negriamarillo Young Boys também foram eliminados da Liga Europa por Sporting CP e a Copa da Suíça para Sião.

“Os resultados da equipe não atendem às nossas expectativase com as recentes derrotas na Liga e Taça nossa esperança de que a situação melhore ruiu”, indicou o diretor esportivo do clube, Steve de Bergenem declarações ao jornal local ‘Blick’.

Os resultados da equipe não atendem às nossas expectativas

Steve de Bergen

Wicky tomou as rédeas da equipe bernese ao longo última temporada, em que o Young Boys conquistou o título da ligao quinto nos últimos seis anos.

Joel Magninaté agora treinador da secção sub-21 do clube, Ele agora liderará o banco principal do time até o final da temporada.

Vale lembrar que Wicky foi jogador do Atlético em 2000-01, na Segunda Divisão. Chegou por 1 milhão de euros ao Werder Bremen, mas quase não deixou vestígios: disputou apenas 13 jogos (861′) e não marcou. Ele chegou em janeiro e um ano depois partiu de graça para Hamburgo. Em sua carreira de jogador Ele foi internacional 75 vezes pela Suíça e marcou um gol.



Fonte