A unidade disciplinar da Conmebol confirmou na última segunda-feira (4) a suspensão automática do técnico Tiago Nunes e multa de 1.500 dólares (7.400 dólares canadenses) pela expulsão do ex-técnico do Botafogo da partida contra o Aurora, na Bolívia. Ele foi expulso por provocar o técnico rival Mauricio Soria com o gesto […]

5 de março
2024
– 11:13

(atualização às 11h13)




Tiago Nunes chorou.

Foto: Reprodução/ESPN/Esporte News Mundo

A unidade disciplinar da Conmebol confirmou na última segunda-feira (4) a suspensão automática do técnico Tiago Nunes e multa de 1.500 dólares (7.400 dólares canadenses) pela expulsão do ex-técnico do Botafogo da partida contra o Aurora, na Bolívia. Ele foi expulso por provocar o técnico rival, Mauricio Soria, ao fazer um gesto de “choro” em partida importante da segunda fase da Pré-Libertadores, que terminou empatada em 1 a 1.

Tiago foi demitido na quinta-feira, um dia após a partida. Ele não cumpriu a suspensão automática porque foi demitido pelo Alvinegro após a partida. Porém, o valor da multa será descontado dos prêmios que o clube receberá pela participação na competição.

Segundo a Conmebol, Tiago Nunes violou o artigo 14.1, parágrafo B, inciso IV do Código Disciplinar da Conmebol (conduta antidesportiva). Ele enfrenta suspensão de um jogo e multa por má conduta. Pelo regulamento da Libertadores, cada clube terá que pagar multa de R$ 1.500 nas fases de qualificação e de grupos, e qualquer cartão amarelo será punido com multa de R$ 300 (R$ 1.980). Na fase eliminatória da competição esses valores aumentam.

Tiago Nunes foi expulso na primeira partida contra o Aurora, disputada no dia 21 de fevereiro, no Estádio Félix Capriles, em Cochabamba. Ele discutiu com Mauricio Soria por ter sido banido até que o ex-técnico do Botafogo fez um gesto de ‘choro’ para o técnico rival. Então os dois começaram a se insultar. A disputa só terminou depois que as duas pessoas foram expulsas.

No dia seguinte à partida, quinta-feira (22), Tiago Nunes foi demitido após atuações pouco convincentes no Campeonato Carioca e na Libertadores, além de polêmicas em coletivas de imprensa.

Desde então, o Botafogo procura um treinador. No entanto, a equipa foi orientada por um treinador interino, Fábio Matias, que registou uma série de três vitórias nos três jogos em que comandou a equipa. Nesse período, a equipe marcou 12 gols e sofreu apenas dois.

Fonte