O Al-Ain causou sensação na primeira mão dos quartos-de-final dos Campeões Asiáticos e derrubou o Al-Nasser (1-0) no regresso de Cristiano Ronaldo. Os locais desenvolveram um plano de jogo muito complicado e os homens de Lus Castro ficaram completamente desequilibrados. Laporte, nos acréscimos, recebe cartão vermelho direto. O Al-Nassr terá que vencer na segunda mão se quiser chegar às semifinais.

Al-Nassr começou muito melhor a partida e sitiou o goleiro do Al-Ain nos primeiros cinco minutos. Primeiro com cabeça de Otvio. Depois, graças a um chute de Man após escanteio. E, o mais claro, nas pernas de Cristiano Ronaldo, que não acertou completamente um chute de bicicleta no poste mais distante. O português lambe os lábios. O Al-Ain ficou completamente sobrecarregado e começou a desacelerar a partida com faltas. Até 11 cometidos durante o primeiro ato. Aos poucos, eles levaram o jogo para o seu campo. Enquanto isso, Al-Nassr estava desesperado. Principalmente Otávio, que em nenhum momento deu a sensação de estar mentalmente ligado ao acidente.

Chute chileno de Cristiano Ronaldo durante a partida contra o Al-Ain

No ponto de ataque, Rahami e Kaku começaram a dificultar bastante a defesa de Al-Nassr com base na liberação pelas costas. Eles avisaram no meio do primeiro tempo com um gol negado a Kaku ao passe de Rahimi por impedimento. Mas, no dia seguinte eles não perdoaram. Triângulo Al-Ain com velocidade no setor esquerdo, Kaku revelou passe escandaloso e Rahimi resolveu com maestria driblou Ospina para fazer o 1 a 0 nos acréscimos do primeiro tempo. A surpresa veio nos Emirados Árabes Unidos.

Desespero total em Al-Nassr

No início do segundo tempo, Al-Nassr tentou acelerar seus ataques em busca do empate e conseguiu gerar diversas chances. No entanto, O Al-Ain aplicou o mesmo tratamento do primeiro tempo. Ele interrompeu a partida novamente com faltas (mais 11 no segundo tempo) e o Al-Nassr ficou preso. Na verdade, não acertei um único tiro por mais de 15 minutos. E poderia ter sido ainda pior, pois viu anulado mais um gol contra o Al-Ain. Nesta ocasião, foi Rahimi quem conseguiu sair com uma dobradinha.

Os homens de Lus Castro tinham pressa e, na reta final, fizeram pender a balança em direção ao goleiro do Al-Ain. E ele tinha amarrado. Mais uma vez, nas pernas de Cristiano Ronaldo. O português bateu uma bola livre no coração da área que, surpreendentemente, mandou para o meio da baliza. Eisa foi totalmente convencida. Al-Nassr continuou tentando. Mas ele caiu repetidamente na defesa do Al-Ain. Os locais traçaram um plano de jogo muito claro e não poderia ter corrido melhor. Laporte, totalmente desestabilizado pela situação, recebeu cartão vermelho direto nos descontos e perderá a segunda mão.

Al-Ain frustra todos os planos e apreende itens extremamente valiosos para a partida de volta, que acontecerá no dia 11 de março. Cristiano Ronaldo, Sadio Man e companhia são obrigados a regressar para chegar às semifinais da Liga dos Campeões. Al-Nassr, nas cordas da Liga dos Campeões.



Fonte