ESPECIAL: A união americana de rugby está em destaque na Doc Series.

A Major League Rugby (MLR), a liga profissional norte-americana do esporte, fechou um acordo com o financiador e produtor de cinema independente Pintassilgo para produzir uma série plurianual com acesso total, no que é considerado um “compromisso sem precedentes de dez anos”. Isto irá narrar o crescimento e desenvolvimento do esporte nos EUA

Filmagens da primeira temporada Estrelas, Listras e Scrums: A Jornada do Rugby Americano (título provisório) está em andamento e se concentrará na equipe Chicago Hounds, ao mesmo tempo que explora o esporte em todos os níveis na América.

Documentários de equipes esportivas com acesso total se tornaram uma das maiores tendências em filmes improvisados ​​nos últimos anos, e os vídeos da Netflix apresentam a união internacional de rugby. Seis países: contato completo Ano passado e o campeonato inglês que foi tema do Prime Video Lama, suor e lágrimas: Premiership Rugby Em outubro.

A união do rugby está em um estágio crucial de seu desenvolvimento nos EUA, onde o futebol americano é rei, e o país está programado para sediar as Copas do Mundo de Rugby Masculino de 2031 e a Copa do Mundo de Rugby Feminina de 2033. Liderada pelo CEO Nic Benson, a MLR cresceu de sete equipes competindo em sua temporada inaugural em 2018 para 12 equipes em 2024.

Os Hounds, de propriedade de Peter Bernick, estão entrando em sua segunda temporada com a adição de novos clubes de Miami, LA e Charlotte, Carolina do Norte, e espera-se que mais times sejam formados antes das Copas do Mundo.

“A trajetória do rugby na América está em um ponto de viragem histórico que nunca mais veremos”, disse Phil McKenzie, do Pintassilgo. “Nossa visão é capturar todas as camadas do esporte, usando os Hounds e o MLR como lentes, em um horizonte de tempo que culminará nas Copas do Mundo de Rugby de 2031 e 2033.”

McKenzie e Kirsty Bell produzirão Pintassilgo com Julian Oliver; Mike D Ware e Seth Savoy produzirão a série de documentários na América. A pós-produção será gerenciada pelo Periscope.

“Pedro, Matt [Satchwell, chairman of the Hounds] e Nic têm sido excelentes parceiros na concretização deste negócio, compreendendo que, ao dar-nos “acesso a todas as áreas”, estão a dar-nos a oportunidade de mostrar ao público os bastidores do desporto mais emocionante do mundo. O mercado esportivo mais emocionante do mundo são os Estados Unidos”, acrescentou McKenzie, coproprietário e COO da Goldfinch.

“A série é uma dedicação sem precedentes de uma década à jornada de jovens atletas na vanguarda da história do esporte americano”, disse o produtor Oliver. “Chicago já tem uma narrativa orgulhosa; os Hounds, os fãs e os cineastas que compartilham esta identidade apaixonada; momentos especiais no cinema surgem de raras oportunidades como esta.”

“Estamos entusiasmados em ajudar a fechar este acordo e garantir que o Chicago Hounds esteja na vanguarda da história da primeira temporada”, disse o proprietário do Hounds, Bernick.

“Como organização, acreditamos que temos os jogadores, treinadores e gestão para competir pelo título em uma MLR muito emocionante este ano. Contar a história do rugby na América permitirá que os Hounds e a MLR aumentem o jogo e seu público, e apresentar aos fãs antigos e novos o jogo de rugby e seus personagens. “Achamos que isso lhe dará uma visão dos bastidores das coisas que tanto amamos nele.”

Fonte