O repórter de longa data da ESPN, Chris Mortensen, morreu.

ESPN compartilhou a notícia no domingo sobre a morte de Mortensen.

“Mort era amplamente respeitado como um pioneiro da indústria e universalmente amado como um companheiro de equipe solidário e trabalhador”, escreveu o presidente da ESPN, Jimmy Pitaro. “Ele cobriu a NFL com habilidade e paixão extraordinárias e esteve no topo de seu jogo por décadas. Seus colegas e fãs sentirão muita falta dele, e nossos corações e pensamentos estão com seus entes queridos.”

Mortensen tinha 72 anos.

Um ano antes, Mortensen cobriu seu 33º draft da NFL para a ESPN anunciando sua aposentadoria. Ele disse então que queria “focar na saúde, na família e na fé”.

Em 2016, Mortensen anunciou que havia sido diagnosticado com câncer de garganta em estágio IV. Ele tirou uma licença, mas disse isso mais tarde naquele ano quase todo o câncer desapareceu mais meses de terapia bem-sucedida.

Adam Schefter, que trabalhou com Mortensen ao longo dos anos, foi um dos muitos que prestaram homenagem ao premiado membro da NFL.



Fonte