Elon Musk – REUTERS

SÃO FRANCISCO – Elon Musk diz que o primeiro paciente com implante cerebral criado em sua startup Neuralink é capaz de mover um mouse de computador com seus pensamentos.

No mês passado, a empresa de neurotecnologia de Musk instalou um implante cerebral no seu primeiro paciente e, na segunda-feira, Musk anunciou que a experiência foi um sucesso.

“O paciente parece ter se recuperado totalmente e não teve efeitos colaterais”, disse Musk em entrevista transmitida pelo X, antigo Twitter.

O paciente pode “mover o mouse pela tela apenas pensando”, disse Musk.

“Estamos tentando pressionar o máximo possível de botões a partir do pensamento”, acrescentou Musk. “É claro que você deseja ter mais do que apenas dois botões.”

LER: Musk diz que Neuralink está implantando um chip cerebral no primeiro ser humano

A tecnologia Neuralink funciona por meio de um dispositivo do tamanho de cinco moedas empilhadas que é colocado no cérebro humano por meio de cirurgia invasiva.

A startup, cofundada por Musk em 2016, tem como objetivo construir canais de comunicação direta entre o cérebro e os computadores.

Simbiose

A ambição é melhorar as capacidades humanas, tratar doenças neurológicas como a ELA e a doença de Parkinson, e talvez um dia alcançar uma relação simbiótica entre os humanos e a inteligência artificial.

Musk não está sozinho na tentativa de progredir neste campo, oficialmente conhecido como pesquisa de interface cérebro-máquina ou interface cérebro-computador.

Segundo relatos, o magnata que enfrenta atrasos procurou o fabricante de implantes Synchron para unir forças.


Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.


Sua assinatura foi bem-sucedida.

A empresa australiana Synchron implantou seu primeiro dispositivo em um paciente dos EUA em julho de 2022.



Fonte