FOTO DO ARQUIVO DE CONSULTA

TEERÃ (Reuters) – A mídia estatal informou neste sábado que um homem matou 12 de seus parentes em um raro tiroteio em massa no sul do Irã.

“Um homem de 30 anos, motivado por uma disputa familiar, matou 12 membros de sua família, incluindo seu pai e irmão, com uma Kalashnikov perto da cidade de Faryab”, disse a província de Kerman, citando o juiz-chefe da província, Ebrahim Hamidi. ditado. – informou a agência de notícias oficial IRNA.

LEIA: Irã enforca dois homens acusados ​​de matar agente de segurança durante protestos

A agência acrescentou que o homem foi morto durante o tiroteio e as forças de segurança estavam tentando capturá-lo.

Os tiroteios em massa são raros no Irão, onde as pessoas só podem possuir espingardas de caça.

LER: Irã: 95 pessoas mortas em duas explosões de bombas

Em Janeiro, um recruta abriu fogo contra uma base militar na mesma província, matando pelo menos cinco outros soldados antes de fugir.


Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.


Sua assinatura foi bem-sucedida.



Fonte