MAIOR DESCONTO Idosos e pessoas com deficiência poderão em breve usufruir de descontos semanais em bens essenciais. —FOTO DO ARQUIVO DE PERGUNTAS

O governo está a desenvolver novas orientações para aumentar o limite mensal de descontos em mercearias e bens essenciais para idosos e pessoas com deficiência.

Cheryl Carbonell, responsável pelo Escritório de Política e Advocacia do Consumidor do Departamento de Comércio e Indústria (DTI), disse no sábado que atualmente tem um anteprojeto e está trabalhando com outras agências governamentais para finalizar as diretrizes.

“Distribuímos esta informação aos nossos membros interagências, como o Departamento de Saúde, o Departamento de Agricultura (DA) e o Departamento de Energia, para comentários sobre este assunto”, disse Carbonell durante a transmissão pública da manhã de sábado do DTI na estação de rádio dzBB.

“Faremos então consultas públicas para que possamos obter comentários dos interessados, idosos e pessoas com deficiência, bem como das empresas”, acrescentou.

Carbonell disse que divulgaria o documento assim que as diretrizes fossem finalizadas.

P500 por mês

Durante a reunião da semana passada com funcionários do DTI com a presença da subsecretária Carolina Sanchez, o presidente da Câmara, Martin Romualdez, disse que foram informados de que os idosos e as pessoas com deficiência poderão em breve desfrutar de um desconto de P500 por mês em mantimentos e outros bens essenciais antes do final de março. .

LEIA: Maiores descontos em produtos para idosos, kit para deficientes

Atualmente, idosos e pessoas com deficiência recebem um desconto semanal em mantimentos limitado a P65, num total de P260 por mês.

Os idosos e pessoas com deficiência têm direito a um desconto especial de 5 por cento sobre o preço normal de retalho – sem isenção de imposto sobre o valor acrescentado – de bens essenciais, de acordo com o Regulamento Administrativo DTI-DA n.º 10-02.

Em 7 de fevereiro, Romualdez disse que um grupo de trabalho técnico foi formado para examinar propostas para aumentar os aumentos de descontos após preocupações expressas durante uma das audiências do comitê de meios e meios da Câmara.


Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.


Sua assinatura foi bem-sucedida.



Fonte