Assistimos ao aniquilamento de uma nação confinada a um território, sem água, alimentos ou medicamentos, condenada à morte pela fome, pelas mãos de um atirador ou em resultado de bombardeamentos. Opinião de Amílcar Correa

Fonte